quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Marlon Brando


Mora comigo na minha casa
Um rapaz que eu amo
Aquilo que ele não me diz porque não sabe
Vai me dizendo no seu corpo
Que dança para mim
Ele me adora e eu vejo através de seus olhos
O menino que aperta o gatilho do coração
Sem saber o nome do que pratica
Ele me adora e eu o gratifico
Só com os olhos que o vejo
Corto todas as cebolas da casa
Arrasto os móveis, incenso
Ele tem um medo de dizer que me ama
E me aperta a mão
E me chama de amiga.

Texto Luiz Carlos Lacerda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário